trad-modesto

Pesquisa mostra empate técnico entre Marquinhos e Rose

De acordo com o levantamento de registro MS- 07262/2016 no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), os dois candidatos a prefeito da Capital, que figuram no 2º turno, estão tecnicamente empatados na intenção de votos.

Realizada pela Vale Consultoria e Assessoria Ltda.-ME, entre 20 e 25 de outubro, a pesquisa com autorização para divulgação, na quarta-feira (26), prevê 95% de confiabilidade amostral. Marquinhos Trad (PSD) aparece com 34% das intenções de voto espontâneas, seguido por Rose Modesto (PSDB) que tem 32% do apoio dos campo-grandenses, nesse quesito, conforme o estudo.

Reprodução: O Estado Online

Reprodução: O Estado Online

O percentual de votos brancos, nulos ou de indecisos, somado aos que não possuem interesse de escolher nenhum dos dois candidatos, representa 34%. Considerando que a margem de erro comunicada pela Vale nesta pesquisa é de 2,8% para cima ou para baixo, o censo menciona um eventual empate técnico das candidaturas há cinco dias do fim das eleições. A consulta de opinião também avaliou a resistência do eleitor a Marquinhos e Rose, cenário que também evidenciou um empate técnico de ambos.

O nome da coligação “Sempre com a Gente – 55” surge no levantamento com 23% da rejeição estimulada, quando o entrevistador cita o nome dos candidatos e pergunta em qual alternativa o cidadão não votaria para prefeito. Já a candidata da coligação “Juntos por Campo Grande – 45” foi rejeitada por 24% dos 1.200 eleitores que participaram da pesquisa. A Vale ouviu campo-grandenses de todas as regiões do município, com idade igual ou superior a 16 anos. O estudo foi pago pelo próprio instituto de consultoria, que fez isso com recursos próprios, segundo relatório da Justiça Eleitoral.

A mesma pesquisa da Vale analisou também a intenção estimulada de votos, quando são colocadas para o entrevistado as opções de escolha no dia 30 de outubro. Nesse panorama, Marquinhos Trad tem 38%, Rose Modesto possui 35% da aceitação, ao passo que a margem de brancos, nulos e promessa de não votar em nenhum chega a 16%. Os indecisos, nessa situação, representam 11%. No fim do 1º turno, o candidato do PSD foi para a sequência do processo eleitoral com 34,57% dos votos válidos, o equivalente a 147.694 votos. Rose, na mesma ocasião, fechou a etapa com 26,62%, representatividade de 113.738 votos, de uma eleição que até ali assinalou abstenção de 19,20% votos, em virtude da ausência de 114.286 pessoas do colégio eleitoral de Campo Grande, que conta com 595.174 eleitores.

Via: Danilo Galvão||O Estado OnLine
x

Além disso, verifique

semananacionaltransito2016-672x372

Polícia Militar realiza solenidade alusiva a Semana Nacional do Trânsito

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul através do 17º Batalhão de Trânsito, realiza ...

euller-3

Obras do Governo do Estado na Euller de Azevedo trarão mais segurança para população da Capital

As obras que o Governo do Estado realiza na Avenida Euler de Azevedo, na Capital, ...